As pragas mais comuns da internet.

Conheça algumas das principais pragas da Internet e veja suas diferenças e o seu poder de destruição: 

Vírus: Arquivo que possui instruções em seu código para causar dano à sistemas operacionais, os níveis de dano podem ser até a destruição completa do sistema, inclusive à bios do mesmo. Ex: Vírus Chernobyl.

Adware: programa que se instala praticamente sem a percepção do usuário, sem a permissão do mesmo, promete alguma utilidade, mas, na verdade sua intenção é espionar os hábitos do usuário, traçando um perfil do mesmo, para a Empresa responsável pelo mesmo lhe enviar Spams.

Trojan: (CAVALO DE TRÓIA) uma das mais perigosas pragas existentes, sua função é espionar o usuário em tudo o que faz, e transmitir as informações:Senhas, E-mail, Login etc., para o Cracker que o enviou. Esta PRAGA, costuma vir em E-mails ou mesmo em programas, muito bem disfarçada, e até existem técnicas para camuflar o Trojan tornando-o indetectável pelo Antivírus ou mesmo outro programa de Defesa.

Worm: VERME, uma variação de vírus com TROJAN, é altamente nocivo e possui instruções para alterar, destruir e se executar em determinado tempo, que pode ser semana, mês, dia e até hora marcadas para sua execução. É uma das mais perigosas PRAGAS existentes. Vêem camuflados e não é fácil sua detecção.

Hijacker: Sua função é alterar a navegação do Browser para sites pre-selecionados, muitas vezes sites pornô; o objetivo principal desta praga é controlar a navegação do usuário traçando o perfil do mesmo para lhe enviar Spam, objetivo principal comercial,outro espionagem.

Keylogger: Praga enviada para monitorar tudo o que é digitado pelo usuário, tanto localmente e principalmente quando o mesmo está on-line, e enviar os dados capturados para o atacante que instalou o Keylogger. O mesmo pode ser instalado tanto a distância como também presencialmente. Todo o cuidado com esse malware é pouco, ele pode capturar às telas e janelas do sistema também. Essas PRAGAS, estão em todo o Planeta e podem ser enviadas por E-mail, ou mesmo vir disfarçadas em programas aparentemente inocentes.
BackDoor: Uma das piores pragas. Pode ser instalado tanto presencialmente como remotamente, a distância. Sua função abrir portas de comunicação sem o conhecimento do usuário, para que através delas, o mesmo sofra uma invasão ou um ataque. Pode ser usado para a ESPIONAGEM também, e informar ao atacante todos os movimentos da sua vítima. Pode vir disfarçado, burlar o Antivírus e o Firewall e sua detecção não é fácil. O nome se refere a abrir porta de comunicação nos bastidores do sistema, e através dela facilitar a invasão e controle remoto do mesmo, visando inúmeros fins nocivos.
Bots e Botnets: Também extremamente perigosos e difíceis de serem detectados, são na verdade também Rootkits – arquivos maliciosos que vêm com outros programas – aparentemente inofensivos. Mexem no registro do Sistema, alteram parâmetros, e conseqüentemente causam anomalias no sistema. São bastante perigosos e difíceis de detectar. A espionagem também é um dos seus atributos, para envio de Spam, Controle Remoto do Sistema e outros mais perigosos e destrutivos.
RootKits: Arquivos que possuem funções para alterar a navegação do usuário, alteram o controle e comportamento do Registro e de parâmetros do sistema com o intuito de espionagem, alteração da navegação do Browser e também funções de destruição do mesmo, sua instalação é bem camuflada e de difícil percepção, são arquivos bem pequenos.

Exploits: Talvez o mais perigoso do momento, porquê é um programa ou mesmo uma série de códigos enviados ao sistema, que são preparados para explorar vulnerabilidades dos mesmos. Bugs em Sistemas, Protocolos, serviços ou falhas em Browser, falta de atualização propiciam a possibilidade, de se alterar parâmetros e mesmo o controle do sistema, permitindo o controle remoto do mesmo, a alteração do Registro do Sistema e até à sua própria destruição ou instalação de um Backdoor ou Trojan, por exemplo

Conheça algumas das principais pragas da Internet e veja suas diferenças e o seu poder de destruição:  Vírus: Arquivo que possui instruções...

Configure uma rede residencial

Conecte todos os seus PCs rápida e facilmente com o Windows 7. Diga adeus a problemas maçantes com redes residenciais, e diga olá ao Windows Grupo Doméstico.


O robusto roteador é o cérebro por trás da sua conexão residencial de Internet. Aquela caixinha de truques mágicos, com luzes piscando,  conecta o seu computador à Rede Mundial de Computadores. Mas o que acontece quando você possui mais de um computador? Hoje em dia, muitas pessoas complementam sua configuração residencial com um ou mais laptops. Com o Windows 7 você  pode conectar todos os computadores da casa com apenas alguns cliques. E a funcionalidade que proporciona isso é chamada Grupo Doméstico.
Como funciona o Grupo Doméstico?
Comunicação é mais fácil do que nunca com o Windows 7. No passado, você deve ter notado que os PCs da sua casa não funcionam tão bem quanto deveriam. Mas o Windows 7 espera solucionar essa bagunça e restaurar a harmonia ao seu lar. Todo computador com o Windows 7 automaticamente procura por outros computadores. Selecione quais pastas você gostaria de compartilhar para permitir a outros computadores da rede ter acesso a elas.
Como funciona o Grupo Doméstico?
Configurando a sua rede
Comece por abrir o menu ‘Iniciar’. Na janela de busca, escreva ‘Grupo Doméstico’.
Selecione o ícone Grupo Doméstico. Clique no prompt ‘Conecte com Grupo Doméstico’.
Um Assistente de Instalação ajudará você ao longo do processo de duas etapas (caso você precise de ajuda), mas você só estará criando uma senha e especificando as pastas que você quer compartilhar!
Pense em uma senha. Você pode aceitar a senha que Windows sugere, ou escolher a sua própria. Nós recomendamos o uso de uma senha segura, assim ninguém pode ter acesso não autorizado ao seu computador, ou às suas configurações.
Selecione quais pastas você quer compartilhar na rede usando apenas alguns cliques. Quando você estiver configurando a sua rede, lembre-se de não compartilhar as suas receitas de Natal com toda a rede do escritório!
Outra vantagem do Grupo Doméstico é a habilidade de acessar arquivos e pastas compartilhados com outros computadores como se eles fossem seus. Com um único clique você pode adicionar a pasta de música de outro membro da família ao seu próprio acervo musical. A partir dali, os arquivos da rede vão se espelhar naqueles do outro computador. Observe essa conectividade em ação: corrija o dever de sua filha no seu laptop, mesmo que o arquivo esteja no computador dela. Ao mesmo tempo, ela pode passar os olhos nos mp3s do irmão dela, enquanto ele vê as fotos das férias da família que você baixou no seu laptop meia hora atrás.
Configurando a sua rede
Quando você anexa um novo computador a um Grupo Doméstico já em existência, ele irá automaticamente detectar todas as configurações prévias. Por exemplo, um computador conectado recentemente irá automaticamente reconhecer uma impressora que está conectada à rede. Desconecte o computador, ou anexe-o a outra rede, e as configurações da rede serão automaticamente atualizadas.

Conecte todos os seus PCs rápida e facilmente com o Windows 7. Diga adeus a problemas maçantes com redes residenciais, e diga olá ao Windo...

Conheça alguns aplicativos gratuitos para manutenção e limpeza do Windows

Programas mostram onde seu computador está mais capenga e ajudam a encontrar uma solução

Aproveite o fim do ano para fazer uma boa faxina no seu computador
Aproveite o fim do ano para fazer uma boa faxina no seu computador
Além de ser o momento para as promessas de ano-novo e de tirar o pé da lama com o décimo-terceiro, o fim do ano é uma boa época para deixar seu computador em ordem. É hora de dar uma limpada naqueles arquivos inúteis, desinstalar aqueles programas que você baixou em um momento de empolgação e fazer uma faxina geral na sua máquina.
Existem várias aplicações criadas exatamente para isso. Conheça abaixo algumas das mais populares e, o melhor de tudo, grátis.
fonte: Lifehacker
1 – Soluto
soluto
Essa ferramenta faz uma leitura do boot (inicialização) da sua máquina e entrega um relatório completo de quais aplicativos estão “emperrando” ou tomando mais tempo na hora de ligar o computador. Mais que isso, ele separa os aplicativos em categorias como Necessário ou Potencialmente Removível para você saber o que dá e o que não dá para remover. Saiba mais
2 – LookinMyPC
look
Para os usuários mais avançados que dispõe de vários discos e partições diferentes, o LookInMyPC pode ser uma mão na roda. Ele coloca informações detalhadas sobre todas as ferramentas do seu sistema em um único lugar. Útil, por exemplo, quando você precisar fazer alguma atualização de disco ou driver. Saiba mais.
3 – Ccleaner Enhancer
cleaner
O CCleaner é um aplicativo já bastante conhecido dos usuários de Windows. Ele é utilíssimo para remover arquivos inúteis do disco, fazer limpeza de registro e dar aquela melhorada no desempenho da máquina. A versão Enhancer é uma atualização que traz no banco de dados 270 novos programas “inúteis” e todo o lixo que eles deixam para trás para deixar o que já é bom ainda melhor. Saiba mais.
4 – Steam Mover
steam
Útil para divide o HD em várias partições. O Steam Mover permite mover com facilidade arquivos da sua partição primária para uma secundária, liberando espaço de maneira rápida e limpa. Saiba mais
5- Disk Space Fan
disk
Seu HD está cheio e você não tem exatamente certeza do que está entupindo sua máquina? O Disk Space Fan é o jeito mais prático – e visualmente claro – de saber o porquê. Depois da análise, é possível ver as pastas e subpastas de cada categoria e o quanto de espaço elas estão tomando.Saiba mais.
6 – Freemake
free
Por fim, um presentinho. Essa ferramenta não tem nada a ver com limpeza, mas é uma mão na roda para converter vídeos para diversos formatos para você usar no seu celular ou criar um DVD que você possa ver na TV, por exemplo. A interface é simples e o programa leve.

Programas mostram onde seu computador está mais capenga e ajudam a encontrar uma solução Aproveite o fim do ano para fazer uma boa faxina no...

Apostila LPI 101

Postagem antiga veja novas postagens sobre Linux, Android, Software livre no site:  http://f2suporte.wordpress.com 13238021 Linux Guia Lpi 1...

Apostila LPI 102

Postagem antiga veja novas postagens sobre Linux, Android, Software livre no site:  http://f2suporte.wordpress.com Alkalinux Guia LPI 102 ...

Como modificar seu arquivo Hosts

Como modificar seu arquivo Hosts



Qual é a utilidade do arquivo hosts?


Os arquivos hosts (em princípio, presentes nos sistemas unix no /etc/hosts) são a primeira etapa para a transposição de um nome de máquina DNS em endereço ip.
É este arquivo que é interrogado antes de fazermos uma consulta DNS nos servidores DNS de endereço da web.
Então, para cada nome configurado neste arquivo, com um endereço IP, depois de um espaço, abriremos uma conexão no endereço IP indicado.
Ele funciona como um caderno de telefones.
Se o endereço for 127.0.0.1 (eu mesmo) a conexão será feita no localhost, ou seja, na própria máquina.
Se existir um servidor na própria máquina, acessaremos o servidor interno; caso contrário, não acessaremos lugar nenhum.
O endereço IP do localhost é 127.0.0.1 em IPV4 e ::1 em IPV6
Nas máquinas com ipv6 ativado, pode ser os dois.
O uso descrito abaixo é um desvio de sua função para bloquear o acesso a determinados sites.

POR QUE modificar o arquivo Hosts?


O arquivo Hosts é consultado em cada conexão a um site web, como um caderno de endereços.

Se o site se encontra na lista dos sites autorizados do arquivo Hosts, o acesso é imediato. Se o site se encontra na lista dos sites proibidos, o acesso é bloqueado. Em compensação, se ele não for encontrado no arquivo, é o provedor (ISP) que fará o contacto com o endereço IP do site procurado.

Ao modificar o arquivo Hosts, você poderá:
  • Proibir o acesso a certos sites,
  • Acelerar o acesso aos seus sites favoritos, que você não conhece o endereço IP,
  • Contornar a proibição de acesso aos sites de segurança provocada por certos programas nocivos.


Modificar o arquivo Hosts é simples, grátis, inofensivo e reversível.

COMO modificar o arquivo Hosts?

Onde se encontra o arquivo Hosts original?


O arquivo Hosts original se encontra em:
C:\WINDOWS\system32\drivers\etc\Hostss

Qual o seu conteúdo?


Se ele estiver intacto, ele deve conter o seguinte:
----------------------------------------------------------------------------
 Copyright (c) 1993-1999 Microsoft Corp. 
#
# Este é um exemplo do arquivo HOSTS utilizado pela Microsoft TCP/IP
# para o Windows.
#
# Este arquivo contém os endereços IP correspondentes aos nomes dos hóspedes.
# Cada entrada deve ser feita em uma linha em branco. O endereço IP deve ser colocado
# na primeira coluna, seguido pelo nome do hóspede correspondente. O endereço
# IP e o nome do hóspede devem ficar separados por, pelo menos, um espaço.
#
# Além disso, os comentários (como este) podem ser inseridos em
# linhas em branco ou depois do nome do computador. Eles são indicados pelo
# símbolo '#'.
#
# Por exemplo:
#
# 102.54.94.97 rhino.acme.com # servidor de origem
# 38.25.63.10 x.acme.com # hóspede cliente x

127.0.0.1 localHosts

--------------------------------------------------------------------------------
Se é o que você tem, sua linha está limpa, mas ela não serve para muita coisa!

Método de modificação


Primeiro, para facilitar o seu trabalho, vamos criar um atalho na área de trabalho, para editar o famoso arquivo Hosts.
Clique na lacuna, com o botão direito do mouse, na área de trabalho > Novo > Atalho
Na "Situação" (ou "alvo"), colá-lo (exatamente como é, entre aspas!)

"C:\Program Files\Windows NT\Acessórios\wordpad.exe" "C:\WINDOWS\system32\drivers\etc\Hostss"


A seguir, dê o nome que você quiser: Hosts ou "Modificar meu Hosts»...
Ao clicar no atalho, você obterá:

Outra coisa bastante útil a fazer é adicionar sites a serem bloqueados:
Selecione este: (observar e guardar o espaço de um TAB entre 127.0.0.1 gromozon.com)

127.0.0.1    gromozon.com 
127.0.0.1 xearl.com
127.0.0.1 td8eau9td.com
127.0.0.1 mioctad.com
127.0.0.1 mufxggfi.com
127.0.0.1 uv97vqm3.com
127.0.0.1 coeds.com*
127.0.0.1 lah3bum9.com*
127.0.0.1 cvoesdjd.com*


Ao terminar, o seu arquivo deve aparecer da seguinte maneira:

É claro que você pode adicionar todos os endereços que desejar.

Também existem listas já prontas de Hosts...
Porém, cuidado, por que se o seu arquivo Hosts estiver muito pesado, ele poderá ter um problema com o serviço ClientDNS do Windows que o utilizará duas vezes (o que provocará um processo svcHosts à 99% no seu administrador de tarefas)....

Se você quiser utilizar um arquivo Hosts maior, basta desativar este serviço:
Iniciar / Executar / digitar services.msc / buscar na coluna da direita ClientDNS / e por em "desativar"

Exemplo: 26.000 entradas.
Esperar que o arquivo esteja completamente instalado, e escolher « Salvar como » :
C:\Windows\system32\drivers\etc\Hosts

http://speedweb1.free.fr/download/secu/hosts.ZIP (fichier de 8 Mégas)

Certos endereços deverão ser bloqueados pelo seu firewall :
(IP Ranges)

Resumindo, se você se deparar, por acaso, na internet, com um desses endereços, nas colunas da direita, o computador vai te redirecionar para o 127.0.0.1 (IP do seu computador)
Tente colar a linha 127.0.0.1 no Explorer, para ver o resultado!

195.225.176.0 - 195.225.179.255 
85.255.112.0 - 85.255.127.255
66.230.175.0 - 66.230.175.255

Restaurar o arquivo Hosts ao seu estado de origem


Certos programas mal intencionados modificam o arquivo Hosts para redirecioná-lo para outro servidor, geralmente infectado. Eles também podem bloquear o acesso a sites úteis, como os antivírus on-line, de modo a tornar a desinfecção mais difícil.

Para restaurar o arquivo Hosts ao seu estado de origem, baixe
http://www.baixaki.com.br/download/hosts-manager.htm

Inicialize e clique em Restaurar.

Alternativa para o Rhosts


Myhosts

Outro programa para restaurar o arquivo hosts.
Principal vantagem: Sua compatibilidade com Windows 95 / 98 / ME / 2000 / XP / Vista / 7

Basta baixá-lo aqui e executá-lo.

Observação: Não precisa desativar o UAC ou executá-lo como administrador no vista e no 7.

Site oficial do myhosts (em francês)

Informação relativa aos direitos necessários


Talvez você não possa salvar as alterações com a mensagem: "Acesso negado". Para corrigir isso, você deve abrir o Bloco de notas no menu Windows -> Acessórios, clicando com o lado direito do mouse e "executar como administrador". Depois, no bloco de notas, abra o arquivo hosts através do arquivo -> Abrir.

Saiba mais


http://www.linhadefensiva.org/2005/02/Hosts/


Créditos e autoria: http://pt.kioskea.net/faq/242-como-modificar-seu-arquivo-hosts
 

Como modificar seu arquivo Hosts Qual é a utilidade do arquivo hosts? POR QUE modificar o arquivo Hosts? COMO modificar o arquivo Hosts? O...

RANNIA: A UM AUSENTE

RANNIA: A UM AUSENTE

RANNIA: A UM AUSENTE

RANNIA: A SAUDADE QUE FICA

RANNIA: A SAUDADE QUE FICA

RANNIA: A SAUDADE QUE FICA

RANNIA: DESPEDIDA

RANNIA: DESPEDIDA

RANNIA: DESPEDIDA

Mais visitadas no mês