O coelho e o urso - TOP Piada!!!




....Um coelhinho felpudo estava fazendo suas necessidades matinais quando olha para o lado vê um enorme urso fazendo o mesmo.
O urso se vira pra ele e diz:
- Hei, coelhinho, você solta pelos?
O coelhinho, vaidoso e indignado, respondeu: 
- De jeito nenhum, venho de uma linhagem muito boa...
Então, o urso pegou o coelhinho e limpou a bunda com ele.

MORAL DA HISTÓRIA: 
CUIDADO COM AS RESPOSTAS PRECIPITADAS! PENSE BEM NAS POSSÍVEIS CONSEQUÊNCIAS ANTES DE RESPONDER! 
No dia seguinte, o leão, ao passar pelo urso, diz: 
- Aí, hein, seu urso! Com toda essa pinta de bravo, fortão, bombado... 
Te vi, ontem, dando o rabo prum coelhinho felpudo e já contei pra todo o mundo! 

MORAL DA MORAL: 
VOCÊ PODE ATÉ SACANEAR ALGUÉM, MAS LEMBRE-SE DE QUE SEMPRE EXISTE ALGUÉM MAIS SACANA DO QUE VOCÊ!

........................................................................................................................................................
CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA NOS ENCONTRAR NAS REDES SOCIAIS E BLOGS.


....Um coelhinho felpudo estava fazendo suas necessidades matinais quando olha para o lado vê um enorme urso fazendo o mesmo. O urso se vira...

O verdadeiro internauta - #piada

Desconfiado


Não acorda, dá boot

Não tem memória, tem HD.

Não faz análise, dá um scandisk.

Não acredita em Deus, só na Microsoft.

Não peca, comete exceções fatais.

Não rouba, executa operação ilegal.

Não pede ajuda, tecla F1.

Não esquece, deleta.

Não evolui, faz upgrade.

Não tem dó, tem DOS.

Quando toma sopa de letrinhas, escolhe a fonte.

Não frequenta boteco, prefere ambiente Windows.

Não tem cérebro, tem gerenciador de dispositivos.

Não guarda rancor, faz backup das mágoas.

Não tem raízes, tem configurações regionais.

Não desmarca compromissos, remove programas.

Não faz implantes, adiciona novo hardware.

Só fica em segundo plano pra configurar papel de parede.

Não gosta de mulher conservadora, prefere as de configuração avançada.

Só usa tabelinha do Excel.

Só mostra documento do Word.

Sempre frequenta o Power point da rapaziada.

Não gosta de prostitutas, prefere garotas de programa.

No restaurante, pede o menu iniciar.

Não exagera, maximiza.

Quando está com gripe, toma antivírus. 

Não socorre, salva.

Não tem motorista, tem driver.


Via:   http://www.f2suporte.com/forum/showthread.php?tid=2021




Não acorda, dá boot Não tem memória, tem HD. Não faz análise, dá um scandisk. Não acredita em Deus, só na Microsoft. Não peca, comete exceçõ...

Gramophones ao vivo



https://www.facebook.com/photo.php?v=792912590748331



CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA NOS ENCONTRAR NAS REDES SOCIAIS.

      






.




Publicação by Cristiano Teixeira . https://www.facebook.com/photo.php?v=792912590748331 CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA NOS ENCONTRAR NAS R...

(Ne۞qUeAvAm)Livro - A leveza da cor





LIVR۞ DE P۞ESIAS

      A LEVEZA DA C۞R

       MEU TEAR DE BREVES PASSEI۞S

       ASSISTA O VIDEO 
       DE LANÇAMENTO !!!





LiVr۞: A LeVeZa Da c۞r- MeU TeAr dE BrEvEs pAsSeI۞S...


A leveza da 
c۞r – Meu tear de breves 
passei۞s , ressaltam significad۞s, 
۞ extrair d۞ c۞tidian۞,۞ lúdic۞ da 
vida... que ás vezes nã۞ percebem۞s, que sã۞
 as muitas c۞res, e as tintas que permeiam n۞ssa
breve vida, n۞ss۞s s۞nh۞s... d۞ líric۞ que n۞s transpassa desapercebid۞s n۞ dia dia, d۞s ar۞mas de p۞esia que pairam n۞ ar, sã۞ 
palavras  tintas derramadas, s۞bre ۞ papel 
de vívidas telas, ۞nde quem as admira,
vai perceber as diferentes c۞res que 
carregam۞s em n۞ssa paísagem,
 p۞rque cada um tem sua
íntima c۞r... c۞rra, c۞rra,
 c۞rei... é p۞esia... 
entrelinhas ...de 
paraís۞... 

céu...



Já eStA à VeNdA N۞ SiTe Da eDiT۞Ra:
www.biblioteca24x7.com.br/ 
Seven virtual book
•e-book ou edição impressa...
______________________________________

DiReT۞ c۞m AuT۞R:
neoqueavam@gmail.com
•e-book 

Bl۞g D۞ AuT۞R:
http://neoqueavampoesia.blogspot.com.br/
______________________________________

Em BrEvE à VeNdA nA:
http://www.livrariacultura.com.br/scripts/index.asp

http://www.amazon.com/books-used-books-textbooks/b?node=283155






CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA NOS ENCONTRAR NAS REDES SOCIAIS.

      






.




LIVR ۞  DE P ۞ ESIAS         A LEVEZA DA C ۞ R         MEU TEAR DE BREVES PASSEI ۞ S         ASSISTA O VIDEO         DE LANÇAMENTO !!! LiVr۞...

"O que você viveu . . ."



CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA NOS ENCONTRAR NAS REDES SOCIAIS.

      






.




CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA NOS ENCONTRAR NAS REDES SOCIAIS.           .

Com 17 abstenções, 29 votos a favor e apenas 1 voto contrário, ONU aprova investigação sobre ações de Israel na Palestina

israel onu gaza eua palestina
Solitários, Estados Unidos votam contra investigação de Israel (Foto: Divulgação/ONU)
Jornalismo B, sugerido por Wellington Pereira
Com apenas os Estados Unidos votando de forma contrária, foi aprovada nesta quarta-feira (23), uma resolução do Conselho de Direitos Humanos da ONU que determina a formação de uma comissão internacional para investigar os ataques israelenses à Palestina. 17 países se abstiveram, entre eles a França, a Alemanha, o Reino Unido e o Japão. Foram 29 votos a favor da resolução, entre eles o do Brasil. A votação demonstrou uma clara divisão geopolítica internacional, já que todos os países da América Latina presentes votaram favoravelmente à resolução, enquanto todos os europeus optaram pela abstenção. Além disso, todos os integrantes dos BRICS optaram pela aprovação.
O texto pede ainda que os palestinos sejam imediatamente colocados sob “proteção internacional”, apela ao “fim imediato dos ataques militares israelenses” e ao “fim dos ataques contra civis”. Iniciada em 8 de julho e seguida por uma intervenção terrestre que começou na última quinta-feira (17), a ação militar já provocou a morte a mais de 670 palestinos, a maioria civil. Do lado israelense foram confirmadas 32 mortes entre os militares e duas de civis.
Confira abaixo como cada país votou:
Votou contra:
Estados Unidos
Votaram a favor:
Argélia
Argentina
Brasil
Chile
China
Congo
Costa Rica
Costa do Marfim
Cuba
Etiópia
Índia
Indonésia
Cazaquistão
Quênia
Kwait
Maldivas
México
Marrocos
Namíbia
Paquistão
Peru
Filipinas
Rússia
Arábia Saudita
Serra Leoa
África do Sul
Emirados Árabes
Venezuela
Vietnam
Se abstiveram:
Áustria
Benin
Botswana
Burkina Faso
República Checa
Estônia
França
Gabão
Alemanha
Irlanda
Itália
Japão
Montenegro
Coréia do Sul
Romênia
Reino Unido
Macedônia
Via> http://www.pragmatismopolitico.com.br/2014/07/apenas-1-pais-votou-contra-investigacoes-massacre-de-israel-na-palestina.html

Tech Ativismo





                                                                                 

Solitários, Estados Unidos votam contra investigação de Israel (Foto:  Divulgação/ONU ) Jornalismo B , sugerido por Wellington Pereira Com a...

Bombardeio israelense atinge escola da ONU e deixa 17 mortos e 200 feridos



Pelo menos dezessete civis morreram nesta quinta-feira, entre eles várias...
VEJA.ABRIL.COM.BR

http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/bombardeio-israelense-atinge-escola-da-onu-e-deixa-17-mortos-e-200-feridos


Tech Ativismo





                                                                                 

Bombardeio israelense atinge escola da ONU e deixa 17 mortos e 200 feridos Pelo menos dezessete civis morreram nesta quinta-feira, entre ele...

Israel e Palestina: É assim que termina, Israel y Palestina: Así es como se acaba



https://secure.avaaz.org/es/israel_palestine_this_is_how_it_ends_rb/?fpla


Após a eclosão da mais recente onda de violência em Israel e na Palestina ea morte de mais crianças , não é suficiente para pedir outro cessar-fogo. 
Era hora de tomar enérgicas ações não-violentas para acabar com este pesadelo que dura há décadas. Nossos governos têm falhado. ao falar da paz e as resoluções da ONU aprovadas continuaram negociação, investindo e contribuindo para a perpetuação da violência com várias empresas . 'é apenas uma maneira de acabar com este ciclo infernal de assentamentos israelenses em terra palestina, acabar com a punição coletiva de famílias palestinas inocentes e pôr fim ao lançamento de foguetes do Hamas e bombardeio de Gaza: fazer custo econômico desse conflito é tão alta que é insustentável. sei que funciona. Ao orientações da UE concordaram em não financiar assentamentos ilegais, o governo israelense foi abalada. E quando os cidadãos persuadiu com sucesso para o fundo de pensões holandês PGGM retirar Israel, houve uma tempestade política real. pode não parecer uma maneira direta para acabar com as mortes atuais, mas a história diz-nos que o aumento do custo opressão econômica pode forjar o caminho para a paz. Firm exigir seis bancos, fundos de pensão e empresas-chave para alienar desde a ocupação israelense da Palestina . Se tudo agora agir estrategicamente e pressão pública aquecida, podemos obter a economia israelense sofre um revés e assim virar o jogo que permite que os extremistas continuam aproveitando político. Durante as últimas seis semanas, três jovens israelenses têm foram mortos na Cisjordânia, uma criança palestina foi queimado vivo, um adolescente dos EUA foi brutalmente agredido pela polícia de Israel e já existem cerca de 100 crianças mortas em ataques aéreos israelenses em Gaza. Este não é o "conflito ambiental Médio ", isso está se tornando uma guerra contra as crianças.indiferente E estamos vendo essa vergonha cora do planeta. meios que acreditamos que este é um conflito não resolvido entre duas partes iguais, mas não é. Ataques extremistas palestinos contra civis inocentes nunca são justificados e anti-semitismo do Hamas é nojento, mas esses extremistas afirmam legitimidade lutando contra uma opressão grotesco pelo Estado de Israel, que já dura décadas. Israel ocupa, coloniza, bomba, ataque e controlar a água, comerciais e gratuitos limites legais de uma nação que foi reconhecido pelas Nações Unidas. Em Gaza, Israel criou a prisão para o maior a céu aberto do mundo e, em seguida, estabeleceu um bloqueio brutal nele.Como bombas caem, as famílias literalmente não têm para onde escapar. Estes são crimes de guerra que não seriam aceitos em qualquer outra parte do mundo: por que a própria Palestina? Meio século atrás, Israel e seus vizinhos árabes estavam em guerra e Israel ocupou Gaza e na Cisjordânia. Ocupar território após uma guerra é comum, mas não a ocupação militar deve tornar-se uma tirania de décadas e benefícios que só alimenta os extremistas que usam terror contra pessoas inocentes. No final, quem sofre? A maioria das famílias de ambos os lados da parede e longe de hospedagem desse ódio, só quero paz e liberdade. Para muitas pessoas, especialmente na Europa e nos Estados Unidos, as empresas pedindo para retirar fundos que promovem a ocupação israelense Palestina pode parecer preconceituoso, mas esta campanha não é contra Israel, é poderoso para acabar com a violência e sistematizado para alcançar a segurança para Israel e para a liberdade de estratégia palestina. Embora também devemos exigir que o Hamas, a verdade já está sob severas sanções e enfrentar todos os tipos de pressões. O poder ea riqueza da Palestina e Israel esmaga, se você continuar a recusar-se a acabar com a ocupação ilegal, o mundo deve agir de forma a garantir que o custo é inviável. 's de fundos de pensões holandês ABP investe em bancos israelenses que apóiam a colonização da Palestina . grandes bancos como o Barclays investir em fornecedores de armas para Israel e outra ocupação relacionado. Os computadores gigantes Hewlett-Packard fornece sistemas de monitoramento sofisticados para controlar o movimento dos palestinos. E fornece tratores Caterpillar usados ​​para destruir casas e campos de os palestinos. Se jogarmos o maior apelo da história, exigindo que essas empresas para retirar investimentos que financiam a guerra, mostrar que o mundo não está disposto a tornar-se cúmplices desta matança. Ambos os palestinos e israelenses progressistas estão pedindo ao mundo para apoiar esta estratégia . Vamos juntar a eles em fazê-lo. Nossa comunidade tem trabalhado para construir a paz, esperança e trazer a mudança para muitos dos mais complexos conflitos no mundo, e muitas vezes isso envolve tomar posições difíceis de trabalhar sobre as raízes do conflito. Durante anos, a nossa comunidade tem procurado uma solução política para este pesadelo, mas com esta nova onda de horror cobrindo Gaza, ao utilizar sanções e desinvestimento tem vindo a ajudar esta espiral de violência entre palestinos e israelenses terminar de uma vez por todas. Se você tiver mais perguntas, confira a página de perguntas e respostas e algumas fontes aqui .

https://secure.avaaz.org/es/israel_palestine_this_is_how_it_ends_rb/?fpla

Tech Ativismo





                                                                                 

https://secure.avaaz.org/es/israel_palestine_this_is_how_it_ends_rb/?fpla Após a eclosão da mais recente onda de violência em  Israel e na P...

Nova lei tenta acelerar tramitação de processos na Justiça trabalhista


88593 697x437 crop 53cff12ea2f51

Projeto sancionado pela presidente Dilma tenta barrar recursos usados para adiar o cumprimento de decisões judiciais


Brasília - A presidente Dilma Rousseff sancionou, na íntegra, projeto de lei aprovado no Congresso com objetivo de acelerar a tramitação de processos na Justiça do Trabalho. A Lei 13.015/2014, publicada ontem no Diário Oficial da União, tenta barrar recursos meramente protelatórios usados para adiar o cumprimento de decisão judicial.

A nova legislação modifica a septuagenária Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) para incluir na tramitação dos processos trabalhistas duas práticas recorrentes em outras Cortes: os chamados "recursos repetitivos", a exemplo do que ocorre no Superior Tribunal de Justiça (STJ), e a "repercussão geral", do Supremo Tribunal Federal (STF).

Com a publicação, os ministros do TST poderão rejeitar embargos quando, por exemplo, esse tipo de recurso for apresentado contra decisões que estiverem de acordo com a jurisprudência do TST ou do STF. Eles analisarão apenas um processo sobre determinado assunto e o entendimento deverá ser seguido pelas instâncias inferiores. Os advogados terão de indicar claramente qual parte da decisão recorrida fere a jurisprudência ou súmula, sob pena de não ter o recurso aceito.

Entre outras alterações, a nova lei obriga os Tribunais Regionais do Trabalho (TRT) a uniformizarem sua jurisprudência para evitar divergências entre turmas do mesmo órgão, sem prejuízo da uniformização da jurisprudência nacional, que continua a cargo do TST. Com a adoção do mecanismo de "recurso repetitivo", em 2008, o STJ conseguiu evitar a chegada de centenas de processos à Corte.

O presidente do TST, ministro Antonio Levenhagen, disse ao Estado esperar uma redução na quantidade de processos que chegam à instância máxima da Justiça do Trabalho. "A regulamentação da Lei vai abreviar o julgamento desses processos sem diminuir a qualidade das decisões", garantiu.

Em 2013, o tribunal recebeu 300 mil processos - o equivalente a 5% de todas as ações trabalhistas que correm no País vão parar na Corte Superior. Foram julgados 250 mil processos, mas ainda estão parados 225 mil. No primeiro semestre de 2014, o número de processos que chegaram ao TST aumentou 6%, enquanto a quantidade de casos julgamentos foi 5% maior.

A Lei entra em vigor daqui a 60 dias. Até lá, o TST precisa regulamentar a norma para orientar as instâncias inferiores. O desafio, segundo o ministro Levenhagen, é encontrar uma saída para não prejudicar os pedidos que são feitos juntamente com os "recursos de revista", o correspondente aos "recursos repetitivos" no tribunal.


Endereço: Rua Capitão Camboim, (Em cima da Loja Lola's Modas/ Cacau Show), nº 170, sala 201 - Centro - Sapucaia do Sul - RS. 

Fone: (51) 3452 4281. 


Email: contato@veracatarina.com.br


   



Projeto sancionado pela presidente Dilma tenta barrar recursos usados para adiar o cumprimento de decisões judiciais Brasília - A presidente...

Mais visitadas no mês